Actividad

  • Cine Medios Libres debate o filme Jenin Jenin
    Activity Image
    Fecha: Miércoles, Enero 27, 2021 - 18:00 UTC
    Duración: 120 min
    Breve descripción:

    Vamos debater o filme Jenin Jenin, dirigido por Mohammed Bakri, um proeminente ator palestino e cidadão israelense. A obra fílmica tem com o objetivo de retratar o que Bakri chama de "a verdade palestina" sobre a "Batalha de Jenin". O filme foi censurado por Israel.

    Debatedores do filme:

    Jenin Jenin - Jeanne Christine Magalhães, formada em Direito pela Faculdade Brasileira de Ciências Jurídicas do Rio de Janeiro. Atualmente, reside na Itália onde apoia grupos de voluntários na área de Direitos Humanos.

    Vinícios S. de Oliveira; Cartunista, redator e universitário do Direito

    Mediação: Instituto Imersão Latina e Ciranda

    Sobre a Censura e retaliações ao produtor:

    O Tribunal Central de Israel decidiu proibir a exibição do filme “Jenin Jenin”, dirigido por Muhammad Bakri, em Israel, e ordenou o confisco de todas as cópias.

    O filme foi produzido e publicado em 2002 e fala sobre a batalha de Jenin que ocorreu entre o exército israelense e combatentes palestinos durante a Operação Escudo Protetor e levantou a questão do massacre do campo de Jenin.

    O tribunal criticou o diretor Bakri e o acusou de não contar toda a verdade, mas sim de mostrar acontecimentos horríveis sob o pretexto de um documentário em homenagem a um terrorista palestino das Brigadas de Mártires de Al-Aqsa, segundo informou o tribunal.

    O tribunal também ordenou que Bakri pague uma quantia de 175.000 shekels israelenses (aproximadamente 60.000 dólares americanos) como compensação pelos soldados que entraram com ações judiciais contra o filme, além das custas judiciais e despesas no valor de 50.000 shekels israelenses (aproximadamente 16.000 dólares americanos) .

    Comentando a decisão, o advogado de defesa de Bakri disse que o tribunal, com essa decisão, havia consentido em anos de incitamento contra seu cliente e permitido, de forma inédita, aceitar um processo quinze anos após a exibição do filme, apesar do estatuto de limitações.

    Deve-se notar que o filme foi exibido na Cinemateca de Tel Aviv e Jerusalém após seu lançamento em 2002, depois que o filme foi proibido, e na sequência dessa decisão, Muhammad Bakri foi ao Supremo Tribunal de Justiça, explicando que este decisão é injusta e restringe a liberdade de expressão e criatividade. Em novembro de 2003, o Supremo Tribunal de Justiça revogou a proibição de exibição e permitiu que o filme fosse exibido novamente.

    Fonte: https://www.monitordooriente.com/

    Idioma(s) de la actividad: Inglés, Portugués, Otro(s)
    Otro(s) idioma(s) de la actividad:

    Árabe (o filme é em árabe)

    Organización(es) promotora(s):
    Otra(s) organización(es) promotora(s)s:

    Colectivo Cine Medios Libres

    Contacto para relacionarse con la actividad:

    Whatsapp ou e-mail

    Plataforma de retransmisión de la actividad:

    youtube.com/imersaolatina

    Redes o plataformas sociales usados por la actividad:

    imersaolatina.com - facebok.com/imersaolatina - ciranda.net

    Link del encuentro online:

    http://youtube.com/imersaolatina

    Tópicos: Alternative communication, Anti-racism, Arts
    Espacio(s) temático(s) de la actividad: Paz y guerra, Democracia, Justicia social, Educación, comunicación y cultura
    Espacio temático transversal: Racismo